Buscar
  • ACI Jaguariúna

Boa Vista adota novos mecanismos para análise de riscos de crédito em época do COVID 19


Empresa criou o Índice de Vulnerabilidade e o Score de Risco Otimizado para apoiar seus clientes que buscam mais rigor nas decisões creditícias de seus clientes, pessoas físicas e jurídicas





22 de junho de 2020 – Com o isolamento horizontal ainda em boa parte do País e um contexto econômico crítico, há a necessidade de se fomentar novos mecanismos para análise de riscos e adotar políticas mais conservadoras para assegurar a saúde financeira das empresas. Em linha com a volatilidade do contexto atual, a Boa Vista criou duas soluções, o Índice de Vulnerabilidade e o Score de Risco Otimizado para crises. O Índice de Vulnerabilidade busca identificar a fragilidade econômica dos indivíduos durante o período de crise. Com valor de 1 a 6, o índice abrange toda a população brasileira e utiliza fontes diferentes das que são usadas habitualmente nos scores da Boa Vista permitindo identificar de forma independente tais comportamentos. Para esse indicador, a Boa Vista faz uso de inteligência habitual dedicada à identificação de padrões observados nas informações de emprego, demográficas e setoriais, com fontes de dados públicas e proprietárias. Por exemplo, indivíduos que atuam no comércio em grandes cidades, tendem a ser avaliados com uma valoração mais crítica, enquanto profissionais concursados e que moram em municípios do interior podem ter uma classificação mais branda, do ponto de vista econômico. “Modelos de crédito olham para o passado financeiro do indivíduo, e estão relacionados a seu histórico e pagamento. Em situações de problemas sistêmicos, como os dias de hoje, isolados, não são suficientes para identificar comportamentos futuros. O Índice de Vulnerabilidade traz uma análise setorial e demográfica permitindo ajustar o risco em função da evolução dessa crise. É muito importante para estratégias de segmentação de clientes”, informa Alexandre Xavier, Diretor de Produtos da Boa Vista. A outra solução criada pela empresa é o Score de Risco Otimizado, que é um complemento ao cadastro negativo, trazendo uma avaliação mais conservadora do cliente e que tem como objetivo melhorar a assertividade na identificação do consumidor inadimplente no curto prazo. A solução pode ser aplicada tanto para Pessoa Física quanto para Pessoa Jurídica. “Para ambos os públicos, criamos um algoritmo mais conservador que o habitual, cujo objetivo é minimizar o risco das decisões atuais, a fim de oferecer mais segurança ao credor na concessão de crédito, em especial nesse momento de extremas mudanças. Decisões erradas hoje custarão muito mais caro do que custavam até agora”, avalia Xavier. Essas duas soluções têm caráter tempestivo. Como o mercado está vivendo um momento atípico, as análises feitas com situações passadas podem não ser o melhor guia para o cenário atual. Nesse sentido, o Cadastro Positivo também se apresenta como uma alternativa. Traz consigo uma excelente ideia do fôlego financeiro dos consumidores, ajudando em muito as decisões atuais. A avaliação de bons e maus pagadores fica em muito aperfeiçoada, o que permite um controle melhor da inadimplência. Todas as soluções são de fácil navegação e estão disponíveis de forma on-line. SOBRE A BOA VISTA

A Boa Vista é uma empresa brasileira que alia inteligência analítica à alta tecnologia para transformar os dados dos seus clientes em soluções para os desafios de empresas e consumidores. Criada há mais de 60 anos como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da atividade de crédito no Brasil, ajudando o País a estabelecer uma relação de consumo mais equilibrada entre empresas e consumidores. A Boa Vista é precursora do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível. Por isso, Cadastro Positivo é na Boa Vista.

1 visualização
Logotipo_Horizontal_ACI_Jaguariúna_02.pn
Acesso do Associado
Logo Boa Vista Vertical Branco.png