Buscar
  • ACI Jaguariúna

Mesmo apresentando melhora nos indicadores, região de Campinas segue na fase laranja do Plano SP

A região de Campinas apresentou em sete dias uma melhora expressiva em seus indicadores, segundo avaliação do Governo do Estado dentro do Plano São Paulo de reabertura econômica. Porém, o bom desempenho não é suficiente para uma progressão e a área deve permanecer na fase laranja na próxima semana.

A maior preocupação se dava em relação às taxas de ocupação de leitos de UTI, indicador responsável pela regressão da região para a fase vermelha no início de julho. Com o novo fechamento das atividades não essenciais, a situação melhorou e permitiu o avanço para a fase laranja atual. Nesta fase, o comércio não essencial reabriu com restrições. A taxa de ocupação da UTI na região permanece estável, na faixa dos 75%.

“Campinas tem tido uma melhora expressiva. A ocupação de leitos reduziu e hoje está em 75% e houve uma queda de internações de 3%. Ela continua com classificação na fase laranja, como foi anunciado no refaseamento da semana passada, mas com uma estabilidade importante nesta nova fase, dado que anteriormente estava na fase vermelha”, afirma a secretária de desenvolvimento econômico de São Paulo, Patrícia Ellen.

A taxa de ocupação de leitos de UTI foi o indicador que mais trouxe problemas para a região de Campinas dentro do Plano São Paulo, como explica o secretário de desenvolvimento regional, Marco Vinholi. “A região de Campinas veio de um período longo na fase vermelha. A taxa de ocupação caiu, muitos novos respiradores foram colocados e a gente pôde trazer a região para a fase laranja. Os outros índices não eram de fase vermelha, eram de fase laranja. O que estava colocando a região na fase vermelha era a taxa de ocupação de UTI. Nós aumentamos a capacidade e a região pôde vir para a fase laranja ao longo desse período”.


Fonte Gazeta Regional 31/07/2020




0 visualização
Logotipo_Horizontal_ACI_Jaguariúna_02.pn
Acesso do Associado
Logo Boa Vista Vertical Branco.png