Buscar
  • ACI Jaguariúna

Presidente da Associação Comercial de Jaguariúna fala sobre os impactos da quarentena na economia



Na entrevista, ele falou sobre o impacto nas vendas de maneira geral, as ações feitas pela associação para ajudar os comerciantes, as perdas nas vendas e a expectativa de vendas para a data, considerada a segunda melhor do ano para o comércio

Portal Jaguariunense: Qual impacto da quarentena no comércio de Jaguariúna?

João Rodrigues: O impacto tem sido enorme no comércio, pois o Decreto determina que as lojas não podem vender presencialmente. Diante disto, muitos estão totalmente fechados, outros parcialmente abertos, esse é o caso setor de alimentação que está realizando delivery. Já os supermercados e farmácias, considerados emergenciais, prosseguem normalmente com suas atividades, tomando as devidas precauções.

Não muito diferente, no setor de Construção Civil, também estão operando com os devidos cuidados. Sem exceção todos têm sofrido com à queda das vendas, pois a população está consciente, seguindo o isolamento social.

Uma boa notícia é que conseguimos implantar o sistema Delivery, Drive Thru e Entrega Rápida para diversos segmentos, não apenas para o setor de alimentação, com isso, o varejo saiu do zero, para um percentual maior vendas, que variam de acordo com o segmento. Ainda assim, o comércio aguarda ansiosamente pela flexibilização das atividades

Portal Jaguariunense: Algumas lojas estão abrindo com limitações, isso ajuda?

João Rodrigues: Sim, temos divulgado a frase: ‘MELHOR PINGAR DO QUE SECAR’. Aqui na nossa cidade, através de uma iniciativa em conjunto da ACI Jaguariúna com a Prefeitura, expandimos para todo o comércio a opção de atuar no delivery, Drive Thru e take out (entrega rápido). Portal Jaguariunense: Qual a perda em porcentagem, das vendas do comércio nesse período?

João Rodrigues: A perda de vendas para alguns foi de 100%, pois muitos entenderam que teriam mais prejuízo se abrissem, aos que estão abrindo a perda varia de 60% a 90% nas vendas.

Portal Jaguariunense: O que a Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna, tem feito para ajudar os comerciantes?

João Rodrigues: A ACI Jaguariúna tem sido destaque na cidade devido a sua relevância como entidade representante do comércio, dos prestadores de serviço e da indústria. Atuamos diretamente através de requerimentos para o Poder Público, a postergação de impostos, liberação de hotéis, do setor de flores, e da criação de comissão de segmentos para o retomada da economia. Temos postado LIVEs de orientação profissional, participamos ativamente em Grupos de WhatsApp por segmentos de atuação, além de promovermos ferramentas de criatividade para divulgação do comércio, como o jaguariuna.pedepelozap.com.br, o pertinhodecasa.com.br, e o drive thru inteligente keepz.com.br.

Também estamos promovendo nos nossos canais de comunicação, informações relevantes, principalmente no combate às Fake News, informamos as estatísticas oficiais do Coronavírus, detalhes sobre como fazer negociações de alugueis e trabalhamos arduamente no fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas junto às instituições. Temos contato direto FACESP, que representa as associações comerciais e industriais do Estado de São Paulo, o que possibilita a exposição de nossas causas diretamente ao Governo Federal e Estadual, através do diálogo.



Portal Jaguariunese: Você concorda com uma flexibilidade maior?

João Rodrigues: Sim. Na cidade de Jaguariúna, o planejamento foi adequado e estão preparados com 94 leitos para o COVID 19, 6 leitos de UTI, 1 unidade de Campanha, boa quantidade de EPI e os números estão se mantendo sob controle, além das ações do Poder Público de orientação junto à população para o uso da máscara. O comércio está muito castigado e o caixa dos mesmos já chegando ao fim. Diversas ações foram tomadas como férias aos colaboradores, suspensão de contratos e demissões, ainda sim as contas estão chegando, ou seja, estão no limite máximo. É necessário o poder público ter tal entendimento, por meio das medidas que a OMS recomenda e com a conscientização do ISOLAMENTO SOCIAL – FICAR EM CASA, fazer a abertura gradual (flexibilização) de forma responsável.

Portal Jaguariunense: Tem como conciliar saúde e economia nesse momento?

João Rodrigues: No nosso entendimento SIM, aliás desde o início a ACI Jaguariúna, entendeu a questão de priorizar a saúde, para que o Poder Público se adequasse, porém isso já ocorreu, e agora é o momento da segunda onda, como diz o Ministro Paulo Guedes. A parte econômica também é muito importante, de fato teremos que conviver com o COVID 19 por mais alguns meses, mas numa empresa não se pode apenas dar atenção a um setor, deve- se analisar o todo para que se tenha êxito, no poder público deve ser feita a mesma análise.

Portal Jaguariunense: Estamos na semana do dia das mães, como os comerciantes veem essa situação?

João Rodrigues: Os comerciantes sabem que terão de se reinventar e claro ir ao encontro do cliente, ligando, conectando-se com ele e oferecendo o seu produto na forma delivery, fazendo chegar ao cliente, no conforto do seu lar, o que ele deseja. Infelizmente a maioria sabe que a 2ª maior data do ano para o comércio, não será como antes.

Portal Jaguariunense: Qual a expectativa de vendas no comércio para o dia das mães?

João Rodrigues: Nada otimista. Realizamos uma pesquisa e 70% não acredita, que será nem ao menos igual ao ano passado ou perda de vendas, o restante estima no máximo de 5 a 10% de aumento.

Portal Jaguariunense: Existe a possibilidade do governo estadual prorrogar a quarentena, se isso acontecer, qual o impacto?

João Rodrigues: Sim, na nossa visão é o que deve ocorrer pelo que tem sido divulgado em seus pronunciamentos devido ao baixo percentual do isolamento social nas cidades, segundo ele será feita a flexibilização por região e terão cores vermelha, amarela e verde.

O impacto para o comércio será desastroso, as Entidades que representam o setor têm se mobilizado para que o Governador tenha empatia e faça a flexibilização por cidade. Caso ele não se sensibilize, acredito que muitas empresas quebrarão, além da geração de milhões de desempregados o que gerará um impacto social no pais terrível.

Portal Jaguariunense: Qual mensagem a ACI Jaguariúna, deixa para os comerciantes e lojistas?

João Rodrigues: Na CRISE é que surgem as grandes OPORTUNIDADES, se reinvente, utilize a criatividade, seja intraempreendedor e conte com a Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna e com o SEBRAE, tambem operando em nossas instalações, inclusive estamos atendendo por Whats App, (19) 99866-5014. Fonte: https://jaguariunense.com.br/l/637681

1 visualização
Logotipo_Horizontal_ACI_Jaguariúna_02.pn
Acesso do Associado
Logo Boa Vista Vertical Branco.png