28 Jul 2021 | 14:30HRS

Estabelecimentos podem funcionar até 0h e com 80% da capacidade a partir de 1º de agosto


A partir do dia 17 de agosto, todas restrições devem ser retiradas

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira, 28, um relaxamento nas regras do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena, que passam a valer a partir de domingo, dia 1º. A partir desta data, as atividades econômicas podem funcionar até a meia-noite e aquantidade de clientes por estabelecimento também passa de 60% para 80%.

Para esta medida, o governo paulista retirou o toque de recolher, que não será mais aplicado nem durante à noite e na madrugada. Essas medidas mais flexíveis valem até o dia 16 de agosto. O Governador afirma que a partir do dia 17, todas as medidas restritivas devem ser retiradas- ou seja, não haverá mais limitação de horário e nem de capacidade de público nos ambientes.

Tais medidas foram tomadas após melhoras constantes nos índices de saúde e vacinação acelerada contra a Covid-19. “Continuamos passo a passo, de forma segura, flexibilizando e voltando ao normal. Avida está voltando ao normal no estado de São Paulo”, afirma Doria.

Atualmente, todas as regiões do estado estão na chamada “fase de transição”, que termina no próximo sábado. Hoje, todos os setores da economia podem funcionar, até no máximo 23h e com 60% da capacidade de clientes. A partir desse horário, o toque de recolher funcionava das 23h às 5h.

Segundo o governo paulista, apesar da liberação estadual as prefeituras vão “manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora”. Além disso, frisa que eventos que geram aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público – continuam proibidos, com possibilidade de reabertura condiciona aos resultados de eventos modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do coronavírus.

O que muda?
De 1 a 16 de agosto:
Horário limite permitido para funcionamento: 0h, com acesso até 23h
Sem toque de recolher
Ocupação máxima permitida em 80%

A partir de 17 de agosto:
Sem horário limite
Sem toque de recolher
Sem limitação de ocupação

 

tags: flexibilizacao, comercio, covid

Voltar