09 Jun 2021 | 14:32HRS

Governo de SP antecipa calendário de vacinação contra Covid-19 de diversos grupos


Em coletiva nesta quarta-feira, 09, o Governador João Doria anunciou no Palácio dos Bandeirantes que o calendário de vacinação contra Covid-19 de diversos grupos foi antecipado no Estado. Além disso, o Governador anunciou que Fase de Transição do Plano SP foi prorrogada até o dia 30 de junho. Desse modo, ficam mantidos todos os horários e medidas de restrição. Essa é uma medida de cautela para a proteção da população.

O Programa Estadual de Vacinação antecipou, portanto, em 15 dias a imunização de toda a população do Estado a partir de 18 anos. Com isso, todos os grupos de pessoas, por idade, sem comorbidades, serão vacinados com 15 dias de antecedência com relação ao calendário apresentado anteriormente.

Além disso, o Estado inicia nesta quinta-feira, 10, a vacinação de 1 milhão de pessoas que possuem deficiência permanente, expandindo o alcance para além daquelas que possuem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O Governo ainda inicia a vacinação de 400 mil grávidas e puérperas sem comorbidades a partir de amanhã, 10. “Nós homenageamos assim essas mulheres que passam a receber a vacina da vida, do Butantan ou outras vacinadas devidamente autorizadas pela Anvisa”, diz Doria.

Ainda sobre vacinação, o calendário de vacinação dos profissionais da educação básica do Estado entre 18 e 44 anos foi antecipado em 40 dias e, portanto, tem início nesta sexta-feira, 11. Antes, o grupo estava previsto para ser imunizado entre 21 e 31 de julho.

A vacinação de adultos de 55 a 59 anos sem comorbidades, público de mais de um milhão de pessoas, também foi antecipada para o dia 16 de junho. A Coordenadora Geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, comemora o avanço.

Economia
A projeção de crescimento econômico do Estado neste ano pode chegar a 7.6% no PIB. Os números apontam que houve um crescimento de quase 2% no primeiro trimestre, diante de um crescimento nacional de 1.2%. “Este excepcional desempenho fez com que a projeção para 2021 pudesse ser reavaliada. Agora SP pode crescer entre 6 e 7.6% neste ano”, explica Doria.

 

 

tags: vacinacao, covid, governo

Voltar